[Com Opinião] As 5 melhores coisas em Harry Potter and the Cursed Child

Já teve revolta, dor e sofrimento com relação a esse livro. Ontem mesmo, neste mesmíssimo blog. E levando em conta que concordei com vários pontos apresentados pela Isa, me sinto mais leve agora por poder apresentar a lista de aspectos que me fizeram amar esse livro.

triohp

[SPOILERS!] ATENÇÃO: ESTE POST ESTÁ CHEEEEEEIO DE SPOILERS.

  1. Protagonistas da Sonserina

Durante anos a fio, desde que li a série pela primeira vez, venho questionando a forma como JK Rowling estereotipou as quatro casas de Hogwarts. Conversas entre os personagens e até falas do Chapéu Seletor dão a entender que a divisão entre casas não é trivial, e que as personalidades dos alunos são bem mais complexas do que os preconceitos impostos sobre suas casas. Ainda assim, na Batalha de Hogwarts, tive que ler que nenhum aluno da Sonserina ficou para lutar. É quase como se, quando uma pessoa vai para a Sonserina, ela tivesse que ser má e cretina.

Finalmente, Cursed Child nos traz uma história protagonizada por dois sonserinos de bom coração e personalidade complexa. Albus com suas crises existenciais e uma coragem inegável, e Scorpius bondoso e inteligente e maravilhoso e personagem favorito de todo o fandom.

amen

Obrigada, autores, por essa grande redenção da casa de Slytherin!

  1. Viagem no tempo

É como eu sempre digo: história com viagem no tempo é sempre melhor do que história sem viagem no tempo. E se vocês puderem viajar para o melhor ano de toda a série, que é o ano do Torneio Tribruxo, fica melhor ainda, obrigada. Ah, e pontos extras se puder deixar o leitor DESESPERADO porque as falhas causadas no tempo parecem não ter solução e porque NÃO ACREDITO QUE ESTOU COM MEDO DO VOLDEMORT DE NOVO, EU JÁ TINHA PASSADO DESSA FASE.

  1. Trama recheadinha de plot twists

Tudo nessa história foi criativo e emocionante, digno de Harry Potter. A trama revisita episódios já conhecidos, mas para isso usa o conhecimento prévio do fã e a partir dele desenvolve uma história incrível. Eu fui a única que me desesperei ao ver que Scorpius corrigiu todas as falhas do tempo e ainda faltavam 100 páginas para terminar o livro?

  1. Personagens muito bem caracterizados

À exceção de alguns personagens (como a McGonagall, como a Isa citou), achei que todos os outros estavam perfeitos. E isso tomando como padrão o cânone, e não a expectativa do fandom: por exemplo, Ginny continua sendo uma mulher forte, mas que não se destaca nem participa muito da ação. Mas adorei que a sua relação com Voldemort, e o medo que ela tem dele, continuam sendo mencionados.

Draco, por sua vez, tem sua redenção sem causar descrença no leitor: ele não se torna um bom-samaritano, mas temos finalmente a oportunidade de ver o seu lado da história e de conhecer uma personalidade complexa que os livros, narrados do ponto de vista de Harry, simplesmente não puderam mostrar.

Isso sem contar os novos e antigos protagonistas. James e Rose aparecem tão pouco, mas já nos enchem de vontade de conhecê-los melhor. Já declarei meu amor a Albus e principalmente a Scorpius. E o trio principal… bem, são exatamente como deveriam ser – inclusive nos grandes defeitos de Harry.

  1. Ron & Hermione

Aqui vem JK se redimindo de novo depois de, claramente sob efeito de drogas pesadas, declarar que a Hermione deveria ter ficado com o Harry. Ela mesma parece às vezes não enxergar o poder do amor entre Ron e Hermione, o que é um bom exemplo de como os personagens muitas vezes saem do controle de seus autores.

Apesar de algumas barbaridades nos universos alternativos que Scorpius visita ao longo da peça, em geral eu fiquei bem feliz que esse ship tenha ganhado destaque. Fiquei suspirando a cada diálogo entre eles, e adorei o fato de que, apesar das preocupações de Hermione, eles não estavam em uma crise conjugal. (De saco cheio de certas séries de TV, que levam anos para juntar um casal, para depois simplesmente mostrar o divórcio deles. ¬¬)

 

Alguns outros pontos que merecem ser citados:

  • Ai meu Deus, o que foi essa Trolley Witch?! Adoro essas pequenas revelações que nos transportam de volta para um mundo de magia e descobertas.
  • Ron & Hermione morrendo juntos numa realidade alternativa, não sem antes jogar um cisco no meu olho.
  • Neville Longbottom continua sendo peça-chave na salvação do mundo bruxo, e eu amo isso.
  • Queria muito saber como Albus e Scorpius pegaram o cobertor do bebê da Lily, modificaram e devolveram. Alguém já escreveu uma fanfic sobre isso?
  • Coisas que servem para efeito teatral mas não fazem nenhum sentido: Delphi escrevendo recados para Voldemort na parede. Aparentemente, os herdeiros de Slytherin são incontroláveis no grafitti.
  • Gente, tá todo mundo comovido com o Hagrid? VAMOS DAR UM ABRAÇO COLETIVO NESSE HOMEM???
Anúncios

O que achou deste post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s