[Resenha] Black Hammer – Volume 1: Origens secretas

blackhammerSinopse:

Há dez anos eles salvaram Spiral City, mas foram exilados numa fazenda em uma pequena cidade-prisão suspensa no tempo. Forçados a levar uma vida pacata e despojados de sua identidade como heróis, Abraham Slam, Menina de Ouro, Coronel Weird, Madame Libélula e Barbalien tentam voltar para casa. Como eles foram parar ali? Por que não conseguem sair? E o que é esse lugar, afinal?

Fonte: Intrínseca

Continuar lendo

[TAG] Copa do Mundo

copadomundo.png

Se a cada quatro anos, tudo é desculpa pra falar de futebol, o ano inteiro o Sem Serifa tem boas desculpas pra falar de livros. Fizemos nossa própria TAG de livros para esta Copa, misturando alguns itens de outras TAGs e criando alguns nossos. E você, quais são os seus livros para a Copa do Mundo?
Continuar lendo

[Com Opinião] Flipop e o preconceito com a literatura YA

WhatsApp Image 2018-06-30 at 08.33.55

Este fim de semana, estive na 2ª Flipop – Festival de Literatura Pop, organizado pela Editora Seguinte. Foram três dias de bate-papos com escritores, tradutores, estudiosos, editores e blogueiros, sobre diversos temas relacionados à literatura Young Adult.

A programação (que envolvia pautas sobre representatividade LGBT, literatura com temas fortes e vozes de escritores brasileiros) já indicava que tanto os bate-papos como as conversas no saguão do evento estariam repletos de gente preocupada com pautas políticas e sociais, diversidade e saúde mental.

São raros os eventos literários com tamanha preocupação com esses temas, e que saibam tratá-los de forma respeitosa. Mas não surpreende que tenha sido assim, pois o YA é um gênero que se preocupa com tudo isso, e que traz essas pautas para seus leitores; o que me faz ficar incomodada ao escutar que tem gente que se recusa a ler livros voltados para jovens.

 

Continuar lendo

[Vídeo] Utopias e distopias feministas

Um dos nossos gêneros favoritos da literatura é a ficção especulativa, e percebemos uma quantidade grande de utopias e distopias que falam sobre o papel da mulher na sociedade. Neste vídeo, indicamos vários livros ótimos com essa temática. Já leu algum deles? Conta pra gente, e aproveita pra dar suas indicações também!

[Resenha] LoveStar

lovestarSinopse:

LoveStar, o enigmático e obsessivo fundador das Corporações LoveStar, desvendou o segredo para transmitir informações em frequências emitidas por pássaros, finalmente libertando a humanidade de dispositivos e cabos, e permitindo que o consumismo, tecnologia e ciência tomem conta de todos os aspectos da vida diária.

Fonte: Morro Branco

Continuar lendo

[Resenha] Uma breve história do tempo

breve-historia-do-tempoSinopse:

Uma das mentes mais geniais do mundo moderno, Stephen Hawking guia o leitor na busca por respostas a algumas das maiores dúvidas da humanidade: Qual a origem do universo? Ele é infinito? E o tempo? Houve um começo e haverá um fim? Existem outras dimensões além das três espaciais? E o que vai acontecer quando tudo terminar? Com ilustrações criativas e texto bem-humorado, Hawking desvenda desde os mistérios da física de partículas até a dinâmica das centenas de milhões de galáxias do universo. Para o iniciado, é uma bela representação de conceitos complexos; para o leigo, é um vislumbre dos segredos mais profundos da criação.

Fonte: Intrínseca

Continuar lendo

[Especial] Evento – Como se constrói um mundo

Começou nesta quinta-feira, véspera do Dia do Orgulho Nerd, o evento O Futuro é o Corpo, a Tecnologia é o Presente. Sediado no recém-inaugurado Sesc Paulista, em São Paulo, o evento promove uma série de bate-papos e oficinas sobre a literatura de ficção científica e fantasia. No bate-papo que abriu o evento, Daniel Lameira, Cláudia Fusco e Jim Anotsu conversaram sobre o tema “Como se constrói um mundo”. Resumimos neste post alguns dos assuntos tratados!

Continuar lendo

[Resenha] Robô selvagem

robo-selvagemSinopse:

Nuvens deslizavam pelo céu. Aranhas teciam teias elaboradas. Frutas silvestres atraíam bocas famintas. Cogumelos brotavam de folhas em decomposição. Tartarugas mergulhavam nos lagos. Ondas quebravam na praia.
… E uma robô, camuflada na floresta, observava tudo isso.

Fonte: Intrínseca

Continuar lendo

[Resenha] Encarcerados

encarceradosSinopse:

Um assassinato ocorre em um quarto de hotel em Washington. Junto à vítima está um homem banhado em seu sangue, que alega não ter sido responsável pelo crime. O caso logo se torna da alçada do FBI, pois envolve uma nova e especial classe de indivíduos. Os hadens são pessoas que, devido a uma síndrome, tiveram sua mente encarcerada em um organismo imóvel. Para viver em sociedade, eles transferem sua consciência para estruturas robóticas ou alugam o corpo de indivíduos saudáveis. A investigação desse assassinato leva agente Shane e sua parceira Vann não apenas a mergulhar no mundo dos hadens, mas a descobrir uma rede de interesses políticos e econômicos envolvendo sua cultura e seus veículos robóticos. Em mais um de seus best-sellers, John Scalzi, ganhador do prêmio Hugo, constrói um mundo futurista plausível e bem explicado. Encarcerados é uma mistura perfeita de ficção científica e romance policial, repleto de intrigas políticas e polêmicas sociais e tecnológicas.

Fonte: Aleph

Continuar lendo

[Resenha] Sonhos elétricos

sonhosSinopse:

Philip K. Dick foi um dos maiores nomes da ficção científica em todo o mundo e encabeça, também, a lista dos autores do gênero mais roteirizados em Hollywood. Os dez contos de sua autoria reunidos nesta edição foram adaptados para a série televisiva britânica Electric Dreams, uma antologia de historias futuristas que, ao mesmo tempo, ilustram a visão profética de Dick e celebram o eterno apelo midiático de sua obra. Seguindo o que a literatura de Dick tem de melhor, os contos de Sonhos elétricos apresentam cenários familiares, mas ao mesmo tempo estranhamente distorcidos, e têm o poder de questionar a realidade e tirar o leitor de sua zona de conforto.

Fonte: Aleph

Continuar lendo