[Resenha] O dragão de gelo

dragao-de-geloSinopse:

O dragão de gelo era uma criatura lendária e temida, pois nenhum homem jamais havia domado um. Mas Adara não tinha medo, pois ela era uma criança do inverno, nascida durante o frio mais intenso de que alguém tinha memória. E apenas uma criança do inverno – e o dragão de gelo que a amava – poderiam salvar o seu mundo da completa destruição.

Fonte: Leya

 

Oi, meu nome é Bárbara, tenho 25 anos e nunca tinha lido George R. R. Martin. (Apesar da veemente insistência da minha amiga Isa.) A oportunidade de remediar essa situação surgiu quando deparei com O dragão de gelo, estreia do autor na literatura infantil. (Traduzindo: escolhi o livro com menos páginas e mais figuras; me julguem.)

giphy

O dragão de gelo conta a história de Adara, uma criança do inverno. Nascida no primeiro dia do inverno mais frio de que se tem lembrança, ela é uma garotinha fria e quieta, que se isola e não compartilha da alegria e do entusiasmo dos outros com relação ao verão. Adara tem as mãos geladas e um coração muito bom, e encontra nos lagartos de gelo a companhia e o afeto que lhe faltam em casa – apesar de amá-la muito, seu pai tem dificuldade em entendê-la, e culpa Adara pela morte da mãe, que não resistiu ao parto.

DSCN5589

As ilustrações de Luis Royo, que acompanham o livro, trazem um equilíbrio entre delicadeza e força.

A amizade da menina com o grande e lendário dragão de gelo é sincera, bonita e simples. No universo infantil, não é necessário explicar a relação entre os dois: basta saber que, desde que Adara conheceu o dragão, em seu quarto aniversário, eles se amaram. Todo inverno (que a cada ano vai ficando mais longo), ela esperava ansiosamente pela chegada do dragão que, ela tinha certeza, visitava o vilarejo por sua causa.

Uma narrativa simples, com um tom bem fácil de ler, nos leva a um mundo fantástico visto por uma criança. Pelos olhos de Adara, percebemos que seu mundo está em guerra – relatos de grandes batalhas e das decisões estratégicas tomadas pelo rei chegam à estalagem e são comentados pelos adultos. Assim, o leitor acompanha uma fatia de uma grande história de guerra, e não apenas a história de Adara, que é o foco do livro. Logo as batalhas se aproximam, deixando o vilarejo em uma situação muito perigosa, e a menina, que pouco entende desses assuntos, corre o risco de ter que abandonar seu dragão, ou perder a família. No clímax da história, ela tem que tomar uma decisão, que pode não interferir na guerra como um todo, mas que pode mudar o curso de uma batalha.

DSCN5587

A narrativa é tão envolvente que eu consegui até ignorar a discrepância entre o livro e o ambiente em que eu estava!

Leitura rápida e agradável, O dragão de gelo é um épico sério e poético, ideal para apresentar as crianças a histórias de magia e dragões.

*

O dragão de gelo
Autor: George R. R. Martin
Ilustrador: Luis Royo
Tradutor: Gabriel Brum
Editora: Leya
Ano desta edição: 2014
128 páginas

O que achou deste post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s