[Resenha] O guia de campo

Esta resenha trata do primeiro livro da série As crônicas de Spiderwick.

guiadecampoSinopse:

Tudo começa com a mudança para a casa na propriedade de Spiderwick. Desde então, a vida de Jared, Simon e Mallory Grace não tem sido fácil. O pai não mora mais com eles, Jared tem vivido confusões na escola e fatos assustadores estão ocorrendo. Jared decide explorar a velha casa. Logo descobre uma biblioteca secreta e um grande tesouro: O guia de campo de Artur Spiderwick para o mundo fantástico ao nosso redor. O livro é um guia para o mundo dos seres fantásticos, contém todas as informações sobre a vida, a aparência e hábitos dessas perigosas criaturas.

Fonte: Saraiva

Após receber fortes recomendações, fui à biblioteca buscar esse pequeno livro infantil de fantasia, o primeiro de uma série com cinco volumes. A primeira coisa que me encantou foram as ilustrações detalhadas feitas a bico de pena, cujos créditos não encontrei – até que uma busca na internet revelou que os autores não anunciam uma divisão de trabalho entre escrita e ilustração, preferindo assinar juntos pelo conjunto total da obra.

O livro conta a história dos irmãos Grace – os gêmeos Jared e Simon e sua irmã mais velha, Mallory –, que acabam de se mudar com a mãe para uma casa muito velha e mal conservada, daquelas com coisas misteriosas escondidas em cômodos abandonados. O pai das crianças abandonou a família há pouco tempo, fato que causa impacto na vida deles, em especial do protagonista, Jared. O livro é contado do ponto de vista do garoto, que não comenta sobre a falta do pai, mas o fato é sempre lembrado pelos outros. Aliás, os autores conseguem transmitir uma visão dúbia de quem é Jared. Sabemos que, desde o abandono do pai, ele se tornou uma criança violenta, comprando briga na escola e chegando a quebrar o nariz de um menino. Mas o garoto se vê como um injustiçado pelos irmãos e pela mãe, que o acusam de coisas que não fez e ignoram seus sentimentos e opiniões. Ele é o personagem com mais profundidade do livro. Seus irmãos são interessantes e teriam potencial para se desenvolver e ser personagens cativantes – Simon é apaixonado por biologia e coleciona pequenos animais (vivos!) em jarros que guarda em seu quarto, enquanto Mallory é uma mocinha durona, que sonha em ser campeã de esgrima. Mas as descrições dos dois para por aí, e seu comportamento ao longo do livro não é muito consistente – em um momento, apoiam Jared, e no momento seguinte brigam com ele, sem um motivo aparente para a mudança.

E é justamente Jared quem descobre coisas fantásticas acontecendo na nova casa. Depois que o menino ouve um barulho suspeito dentro da parede, ele e os irmãos começam a procurar o que acreditam ser um esquilo. Suas investigações levam a um velho livro sobre criaturas sobrenaturais jogado no sótão, O guia de campo, e também desencadeiam uma série de acontecimentos inexplicáveis dentro da casa.

Ao longo de todo o livro, tive a sensação de estar lendo um prólogo. As investigações dos irmãos Grace, que duram alguns dias e são narradas de forma detalhada, ficam apenas no limiar entre o real e o fantástico. Elas lembram um pouco o começo de O leão, a feiticeira e o guarda-roupa, de C. S. Lewis, a parte em que Lúcia tenta, sem sucesso, convencer os irmãos de que há uma passagem para outro mundo dentro de um guarda-roupa. Demorei a perceber que a busca pelo suposto esquilo era de fato a trama principal do livro, e cheguei ao final dele sentindo falta de algo, que espero encontrar nos próximos volumes.

A edição da Rocco tem capa dura também ilustrada pelos autores, e a tradução de Ricardo Lísias peca em algumas partes por manter certo eco do inglês, que não chega a atrapalhar a leitura de um adulto, mas que pode causar ruído para crianças.

*

O guia de campo
Série: As crônicas de Spiderwick (livro 1 de 5)
Autores: Tony DiTerlizzi e Holly Black
Tradutor: Ricardo Lísias
Editora: Rocco Jovens Leitores
Ano desta edição: 2004
114 páginas

Anúncios

2 respostas em “[Resenha] O guia de campo

  1. Pingback: [Especial] Livros favoritos de 2016 | Sem Serifa

O que achou deste post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s