[Resenha] A gathering of shadows

Esta resenha foi feita com base no e-book em inglês da Titan Books e contém spoilers para o primeiro livro da série, Um tom mais escuro de magia. A tradução de trechos do livro foi feita por mim.

gatheringSinopse:

Kell está atormentado pela culpa. Inquieto depois de abandonar o contrabando, ele é visitado por sonhos de eventos mágicos ominosos. Enquanto a Londres Vermelha se prepara para os Jogos dos Elementos – uma extravagante competição internacional de magia –, um certo navio pirata se aproxima. Mas outra Londres está retornando à vida. A Londres Negra se ergueu novamente – e, para manter o equilíbrio da magia, outra Londres deve cair.

Fonte: Livraria Cultura

A pior parte da continuação de Um tom mais escuro de magia é que o livro foi lançado esse ano e que, portanto, o próximo da série ainda vai demorar para sair. A história começa alguns meses após o final do primeiro livro e, embora não seja tão consistentemente empolgante quanto a primeira, desenvolve os personagens com maior profundidade, amplia nosso conhecimento do(s) universo(s) da série e termina de um jeito enlouquecedor (se isso é bom ou ruim, depende do quanto você curte um cliffhanger).

O ritmo me pareceu um pouco mais lento porque, até metade do livro, não se sabe bem para onde a história está indo. Mas então você descobre que tudo está levando para o Essen Tasch, ou Jogo dos Elementos, uma competição entre reinos do universo da Londres Vermelha – algo como um Torneio Tribruxo. Nesse contexto, encontramos um Kell angustiado, revoltado e enlouquecendo com a prisão que sua vida se tornou desde que ele se conectou a Rhy para salvá-lo. O irmão, percebendo isso, convence Kell a se disfarçar e participar da competição, esperando que duelar com outros usuários de magia o acalme um pouco. Ao mesmo tempo, Lila – que passou os últimos meses num navio pirata – também está voltando para Londres, com a ideia de participar do torneio. E enquanto tudo isso acontece, forças ameaçadoras estão se reunindo na Londres Branca, com intenções macabras em relação a Kell.

A maior diferença do livro anterior é que ganhamos mais um ponto de vista, e por acaso do meu personagem preferido: Rhy! Percebemos que ele é uma figura bem mais complexa do que a narrativa focada em Kell dava a entender, vemos que cresceu muito desde o último livro e está angustiado com o que sua morte causou ao irmão. Também entendemos seus sentimentos em relação ao trono e à sua falta de habilidade na magia.

Outra novidade é mais um personagem importante: Alucard Emery, capitão pirata em cujo navio Lila está servindo e que tem um passado misterioso envolvendo Kell e Rhy. Alucard também é usuário de magia e vai participar do Essen Tasch. Ele e Lila têm uma dinâmica divertida em que um sempre tenta tirar segredos do outro, e passam a maior parte do livro juntos. Ele é muito habilidoso em magia, inteligente, e claramente gosta dela. Eu adorei o personagem. Ele é misterioso e competente o bastante para ficar à altura de Lila – a qual toma decisões bem moralmente questionáveis nesse volume, ao mesmo tempo que descobre mais sobre si mesma e suas motivações.

Kell, como já disse, passa o livro basicamente sofrendo, uma vez que se transforma – segundo ele próprio – de posse da coroa para seu prisioneiro. Enquanto continua amando Rhy (mesmo que os irmãos tenham umas brigas feias!), as tensões com o rei e a rainha só aumentaram depois dos eventos do primeiro livro. Preciso dizer que acho o relacionamento dele com os pais adotivos bem estranho. Eles vivem com Kell há mais de uma década, e ao primeiro sinal de problemas, se viram contra ele? Esquecem que praticamente o criaram como segundo filho? Os dois me pareceram personagens rasos, vilificados apenas para atrapalhar a vida do protagonista.

Enfim, também gostei de ver Kell se tornar mais letal, aperfeiçoando seus poderes e lutando com habilidade e precisão depois das lições aprendidas com Holland e os Dane. Ele e Lila demoram bem mais para se encontrar nesse livro, embora a cena, quando acontece, valha muito a pena. O livro também pesa mais no romance, mas achei que faz isso de modo natural (de modo que até eu, que não sou totalmente apaixonada por esse casal, tenha achado bonitinho).

E preciso mencionar alguns personagens secundários: Hastra, novo guarda de Kell, que é um fofo; Tieren, que rende momentos hilários ao ter que testemunhar as burradas dos outros personagens; e Ned, da Londres Cinza, que aparece pouquíssimas vezes mas que eu já amo e aguardo ver nos próximos volumes. E vale notar que esse livro inclui um relacionamento não heterossexual como parte importante da história, confirmando a impressão de que essas coisas não são estranhadas nem discriminadas nesse mundo. Bem como eu gosto.

Enfim, não há muito mais o que dizer sobre esse livro: foi uma leitura deliciosa que devorei em poucos dias e me deixou morrendo de vontade de ler o próximo volume.

*

A gathering of shadows
Autora: V. E. Schwab
Editora: Titan Books
Ano desta edição: 2016
E-book

 

Citações preferidas

As pessoas sobreviviam sendo cautelosas, mas ganhavam vantagem sendo ousadas.

*

“Suponho que você possa dizer que nós idolatramos a magia. Ela é o nosso poder maior.”

“Isso é heresia.”

Kell ergueu uma sobrancelha […]. “Vossa Majestade idolatra uma coisa que não pode nem ver nem tocar, enquanto eu idolatro algo com que interajo a cada momento de cada dia. Qual é o caminho mais lógico?”

*

“Força e fraqueza são coisas emaranhadas,” o Aven Essen tinha dito. “Elas se parecem tanto que frequentemente as confundimos, do mesmo modo que confundimos magia e poder.”

*

Kell olhou para o irmão com uma mistura de surpresa e descrença. “Sabe”, ele disse, “se você conseguir governar com metade da habilidade com que mente, vai se tornar um rei incrível.”

O sorriso de Rhy foi deslumbrante. “Obrigado.”

Anúncios

Uma resposta em “[Resenha] A gathering of shadows

  1. Pingback: [Especial] Livros favoritos de 2016 | Sem Serifa

O que achou deste post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s