[Tag] Dia dos Namorados

Feliz Dia dos Namorados! Pra comemorar, pegamos esta tag dos Agentes do Livro, que pegaram do canal booksandquills. Vamos lá!

1. Qual é o seu casal literário favorito?

Bárbara:
Sempre foi, e sempre vai ser, Rony e Hermione. Resultado de muitos anos lendo e escrevendo fanfics, torcendo por eles e me comovendo a cada briga. E também resultado de uma paixão absurda que sinto por cada um deles em particular. Acho que se qualquer outra pessoa se casasse com o Rony, eu ficaria com ciúmes; só Hermione pode.

Isa:
O meu primeiro (e eterno) ship são Lizzie e Darcy, mas tenho dezenas (a maioria dos quais não é cânone, infelizmente).

2. Qual é seu top 3 de namorados(as) fictícios(as)?

Bárbara:
Peeta Mellark, de Jogos Vorazes (Moço bonzinho e sofrido que está disposto a morrer por você? Gosto.)
Samwise Gamgee, de O Senhor dos Anéis (Moço bonzinho que está disposto a morrer por você e que toma dois cafés da manhã por dia? Adoro.)
Remo Lupin, de Harry Potter (Moço bonzinho que está disposto a morrer por você e gosta de crianças? Ai, Deus.)

Isa:
Sirius Black, de Harry Potter (é aí que eu e Bárbara divergimos!)
Elend, de Mistborn (já gostava dele quando era um nerd, imagina quando ficou foda?!)
Mat Cauthon, de A roda do tempo (embora eu tenha ficado na dúvida entre ele, Rand, ou Aviendha. Muitos crushes nessa série. Mas Mat seria o mais divertido!)

3. Que estereótipo romântico você gostaria que as pessoas parassem de usar?

Bárbara:
O triângulo amoroso, por Deus. Além de ser enjoadinho e geralmente não ser explorado de nenhuma forma inovadora, eu odeio que a dúvida da protagonista precise ser se fica com um rapaz ou com o outro. Como acontece com a Katniss, em Jogos Vorazes, por exemplo. Acho Gale completamente dispensável; Katniss poderia se sentir indecisa quanto ao seu interesse por Peeta sem ter que compará-lo a algum outro cara.

Isa:
Não sei se é estereótipo ou só preguiça/inabilidade dos autores, mas odeio quando os problemas ou obstáculos a um relacionamento são coisas que se resolveriam com uma conversa. Se os dois se gostam e não ficam juntos por causa de um mal-entendido facilmente resolvível, eu já perco interesse.

4. Que casal literário é terrível um para o outro?

Bárbara:
Bella e Edward, de Crepúsculo. É um relacionamento extremamente abusivo, em um livro que faz uma horrenda ode à virgindade forçada. Sem mais.

Isa:
Jaime e Cersei Lannister, das Crônicas de gelo e fogo. Nem por serem irmãos, mais pela codependência pouco saudável e manipulação. (Sou #timebrienne, admito.)

5. Melhor adaptação de livro de romance para filme?

Bárbara:
Vou pular essa, não costumo ver muitos filmes de romance. :/

Isa:
Orgulho e preconceito (2005)!!! Já li críticas a esse filme e até concordo com algumas delas, mas mesmo assim vi esse filme 20 mil vezes e gostaria de ver mais 20 mil. Adoro a atmosfera, os atores, e como mantiveram boa parte do material original.

6. Qual é o melhor livro para ler para o seu namorado?

Bárbara:
Curiosamente, eu tenho mesmo o hábito de contar para meu namorado, em detalhes, os livros que leio. Gosto em especial de compartilhar os que me surpreendem demais e me deixam sem palavras, então vou indicar um que fiz questão de narrar para ele, com todas as reviravoltas e reflexões: O fim da infância, de Arthur C. Clarke.

Isa:
Não tenho namorado, mas se tivesse ele teria que aguentar longos resumos das minhas séries de fantasia preferidas. If you want to be my lover, you gotta ler todos os 14 volumes de A roda do tempo.

7. Que tipo de livro você diria que é o seu preferido para um primeiro encontro?

Bárbara:
Qualquer livro que eu esteja lendo no momento – a pessoa logo vai descobrir que meu gosto é eclético e que tento não julgar os outros pelos gostos literários.

Isa:
Sejamos todos feministas. Vamos começar desconstruindo.

8. Melhor livro para ler depois de terminar uma relação?

Bárbara:
Se você quer desapegar e perder a fé no amor e nos relacionamentos, eu indicaria Garota exemplar. Mas como sou daquelas que vive a bad intensamente, é mais a minha cara chorar lendo sobre algum amor muito bonito, como A canção de Aquiles.

Isa:
Nunca precisei, mas acho que pegaria algo longo, totalmente imersivo e bem distante da realidade: alguma fantasia como Jonathan Strange & Mr. Norrell. Ou, pra curtir a bad, algum clássico russo bem deprimente sobre como a vida é horrível.

9. Qual é seu casal homossexual preferido no mundo literário?

Bárbara:
Os adolescentes mais fofinhos sobre os quais alguém já escreveu, no YA mais delicado de todos os tempos: Aristóteles e Dante.

Isa:
Concordo com a Bárbara (gente, que livro fofo, leiam), mas é claro que vou falar Fitz/Bobo da série Realm of the Elderlings, da Robin Hobb. Tecnicamente é um caso de amor não correspondido (e como me fizeram sofrer esses malditos), porém o livro mais recente da série me deu grandes esperanças para o final. Também amo Richard e Alec de um livro de fantasia chamado Swordspointe Aquiles e Pátroclo de A canção de Aquiles (e, bem, da Ilíada).

10. Que livro você daria a alguém como símbolo de sua afeição?

Bárbara:
Eu daria uma edição especial bem bonita de um livro que a pessoa gosta, para ela guardar. Aquele tipo de coisa que você acha lindo, quer ter, mas acaba não comprando porque afinal já leu esse livro.

Isa:
Não só daria como já dei mesmo A canção de Aquiles. Aparentemente demonstro afeto fazendo as pessoas chorarem.

*

E você? Conta pra gente quais são seus casais literários preferidos!

3 respostas em “[Tag] Dia dos Namorados

  1. Pingback: [TAG] Dia dos Namorados – Relicário De Papel

O que achou deste post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s