[Resenha] Leonardo da Vinci

untitledSinopse:

Com base em milhares de páginas dos impressionantes cadernos que Leonardo manteve ao longo de boa parte da vida e nas mais recentes descobertas sobre sua obra e sua trajetória, Walter Isaacson, biógrafo de Einstein e Steve Jobs, tece uma narrativa que conecta arte e ciência, revelando faces inéditas da história de Leonardo. Desfazendo-se da aura de super-humano muitas vezes atribuída ao artista, Isaacson mostra que a genialidade de Leonardo estava fundamentada em características bastante palpáveis, como a curiosidade, uma enorme capacidade de observação e uma imaginação tão fértil que flertava com a fantasia.

Fonte: Intrínseca

Continuar lendo

[Semana Philip K. Dick] Eu estou vivo e vocês estão mortos

euestouvivoSinopse:

Um dos maiores escritores do século 21, Philip K. Dick nunca deixou de suspeitar do mundo à sua volta, sempre ocupado em investigar o limite – tênue, às vezes – entre a realidade e a ilusão. Homem de muitas facetas, sempre se fez uma pergunta fundamental, que o acompanharia em todos os momentos da vida, desde seus tempos de aspirante a escritor até mais tarde, como autor já publicado, passando pelo Dick paranoico, pelo viciado em anfetaminas e pelo cristão fanático: o que é real?

Fonte: Livraria Saraiva

Continuar lendo

[Resenha] The Autobiography of James T. Kirk

Esta resenha foi escrita com base na edição em inglês da Titan Books. Todas as traduções de trechos foram feitas por mim.

kirkSinopse:

Este livro narra a vida do maior capitão da Frota Estelar (2233–2371). De seu nascimento na U.S.S. Kelvin à infância em Tarsus IV, o tempo que ele passou na Academia da Frota Estelar, sua ascensão meteórica pela hierarquia da instituição e a illustre carreira no comando da Enterprise, essas memórias revelam um capitão Kirk que os fãs de Star Trek nunca viram. A voz singular de Kirk ressoa por todo o texto, dando uma visão de suas convicções, coragem e comprometimento com todas as formas de vida, pela galáxia e além.

Fonte: Amazon

Continuar lendo

[Resenha] Michelangelo: uma vida épica

michelangeloSinopse:

A arte ocidental não seria a mesma sem Michelangelo Buonarroti. Vaidoso, ciumento, obsessivo, tímido, excêntrico e genial, ele transformou para sempre nossa ideia do que pode ser um artista. Se sua vida e a complexidade das obras que produziu podem ser comparadas à saga de um herói da mitologia clássica, igualmente hercúleo foi o esforço empreendido por Martin Gayford nesta biografia. Do jovem artista tentando agradar um protetor rico, passando pelo homem que com apenas 26 anos escolhe um bloco de mármore para retirar dele o Davi, até o reconhecido mestre, já no início da velhice, pintando o enorme afresco do Juízo Final na capela Sistina, acompanhamos a trajetória de alguém que viveu paixões intempestivas, guerras e pequenos apocalipses no epicentro das transformações de uma Europa entre a Renascença e a Contrarreforma.

Fonte: Cosac Naify

Continuar lendo

[Semana do Islã] A filha do contador de histórias

filha_sairaSinopse:

A filha do contador de histórias é um relato que mescla reportagem e memórias. Filha do filósofo de tradição sufista e escritor Idries Shah, nascida e criada em Londres, Saira Shah conta mitos ancestrais e costumes do povo afegão. Paralelamente, narra os horrores das sucessivas guerras e regimes políticos violentos que assolaram o Afeganistão contemporâneo.

Fonte: Livraria Cultura

Continuar lendo

[Resenha] Catarina, a Grande: retrato de uma mulher

Esta resenha foi feita com base na edição em inglês da Random House. A tradução de trechos do livro foi feita por mim.

catSinopse:

Nesta obra, a autor procura narrar a trajetória da obscura princesa alemã levada para a Rússia aos 14 anos para casar-se com Pedro III, herdeiro do trono, e que acabou conduzindo um golpe que depôs o marido e a levou à coroação.

Fonte: Livraria Cultura

Continuar lendo

[Resenha] A estrela que nunca vai se apagar

CAPA-A-Estrela-que-nunca-vai-se-apagarSinopse:

Diagnosticada com câncer da tireoide aos doze anos, Esther Grace Earl era uma adolescente talentosa e cheia de vida. Fazendo jus ao nome, que em persa significa “estrela”, ela marcou todos em seu caminho com sua generosidade, esperança e altruísmo enquanto enfrentava com graciosidade o desgaste físico e mental causado pela doença. Filha, irmã e amiga divertida, alto-astral e inspiradora, Esther faleceu em 2010, logo após completar dezesseis anos, mas não sem antes servir de inspiração para milhares de pessoas por meio de seu vlog e dos diversos grupos on-line de que fazia parte. A estrela que nunca vai se apagar é uma biografia única, que reúne trechos de diários, textos de ficção, cartas e desenhos de Esther. Fotografias e relatos da família e de amigos ajudam a contar a história dessa menina inteligente, astuta e encantadora cujo carisma e força inspiraram o aclamado autor John Green a dedicar a ela sua obra best-seller A culpa é das estrelas.

Fonte: Livraria Cultura

Continuar lendo

[Resenha] O anjo pornográfico

Essa resenha foi escrita por minha irmã, Carolina Prospero Graziano, professora e mestre em Literatura pela Unicamp, com base no livro da Companhia das Letras. 

anjo

Sinopse:

Gênio ou louco? Tarado ou santo? Reacionário ou revolucionário? Nenhum outro escritor brasileiro foi tão polêmico em seu tempo.
Para escrever O anjo pornográfico, Ruy Castro, autor do consagrado Chega de saudade, realizou centenas de entrevistas com 125 pessoas que conheceram intimamente Nelson Rodrigues e sua família. Elas o ajudaram a reconstituir essa assombrosa história, capaz de arrancar risos e lágrimas.

Fonte: Companhia das Letras

Continuar lendo