[Resenha] Có & Birds

coebirdsSinopse:

Um sítio é atacado por alienígenas. Dois pássaros recebem uma visita da morte. Foi a partir dessas tramas aparentemente simples que Gustavo Duarte, cartunista de mão cheia com passagens pelos principais jornais e revistas do país, irrompeu no mundo dos quadrinhos.

Fonte: Companhia das Letras

Continuar lendo

[Resenha] As correções

correçõesSinopse:

Esta obra procura narrar a história dos conflitos religiosos, geracionais e de costumes de uma família americana na última década do século XX. Alfred é um engenheiro ferroviário aposentado, teimoso e cheio de manias agravadas pelo mal de Parkinson, e Enid é uma dona de casa comum. O casal, na faixa dos setenta anos, vive numa pequena cidade do Meio-Oeste americano. Os três filhos foram para metrópoles da Costa Leste a fim de se livrar da mediocridade da vida em família. Na Filadélfia, Gary, o mais velho, tornou-se banqueiro. Deprimido e paranoico, acaba com o próprio casamento. A caçula, Denise, também mora na Filadélfia, onde é chef de cozinha, mas sua vida sexual a faz perder o emprego. Em Nova York, Chip, o filho do meio, é um roteirista frustrado. Ao se envolver com uma aluna, arruína a carreira de professor universitário e vai parar na distante Lituânia, país imerso nas transformações capitalistas do Leste europeu. Para contar esta história, em que todos procuram corrigir os rumos que imprimiram às próprias vidas, o autor expressa o embate entre mundos – o universo conservador dos pais e o pragmatismo sem horizonte dos filhos.

Fonte: Livraria Cultura Continuar lendo

[Resenha] Contos do nascer da Terra

banner_mocambique

13297_ggSinopse:

Nesta reunião de contos breves, o escritor Mia Couto conta histórias do cotidiano de Moçambique que tratam da identidade e do imaginário de um povo tão alegre quanto sofrido. Ao todo são 35 histórias breves que se baseiam no cotidiano quase mágico de Moçambique e exploram a sonora linguagem do português africano, revelando na escrita a identidade de um povo e o domínio muito próprio da cultura e da criatividade literária.

Fonte: Livraria Cultura

Continuar lendo

[Semana do Islã] Persépolis

persepolisSinopse:

Marjane Satrapi tinha apenas dez anos quando se viu obrigada a usar o véu islâmico, numa sala de aula só de meninas. Nascida numa família moderna e politizada, em 1979 ela assistiu ao início da revolução que lançou o Irã nas trevas do regime xiita – apenas mais um capítulo nos muitos séculos de opressão do povo persa.

Fonte: Quadrinhos na Cia. Continuar lendo

[Semana do Islã] Habibi

HABIBI-CAPA-5L.inddSinopse:

Dodola, uma garota perspicaz e independente, foge de seus captores levando consigo uma criança. Eles crescem juntos no deserto, só os dois, vivendo num navio naufragado de areia. Em meio a sentimentos cada vez mais conflitantes, os dois passam o tempo contando histórias. Assim, somos apresentados também à origem do islamismo e de suas tradições, conforme as narrativas se combinam numa trama de aventura, romance, filosofia e tragédia.

Fonte: Quadrinhos na Cia

Continuar lendo

[Semana do Islã] A filha do contador de histórias

filha_sairaSinopse:

A filha do contador de histórias é um relato que mescla reportagem e memórias. Filha do filósofo de tradição sufista e escritor Idries Shah, nascida e criada em Londres, Saira Shah conta mitos ancestrais e costumes do povo afegão. Paralelamente, narra os horrores das sucessivas guerras e regimes políticos violentos que assolaram o Afeganistão contemporâneo.

Fonte: Livraria Cultura

Continuar lendo

[Resenha] Bom dia camaradas

voltaaomundo1camaradasSinopse:

Uma Luanda dos anos 1980 com professores cubanos, escolas entoando hinos matinais e jovens de classe média é o cenário de Bom dia, camaradas. Através do olhar lírico de um garoto, o leitor é levado a uma Angola que acabou de se tornar independente e é obrigada a repensar as regras sociais e a questionar as causas da desigualdade.

Fonte: Livraria Cultura

Continuar lendo

[Resenha] O afinador de piano

afinadorpianoSinopse: No final do século XIX, o Ministério da Guerra britânico convoca o jovem Edgar Drake para afinar um piano de cauda Érard no forte de Mae Lwin, no sudeste asiático. O instrumento fora levado aos confins da selva birmanesa a fim de tentar apaziguar, por meio da música, a convivência entre nativos e militares ingleses. O tímido e ingênuo afinador aceita a incumbência e começa uma longa viagem de iniciação e aprendizagem.

Fonte: Livraria Cultura

Continuar lendo

[Resenha] As sombras de Longbourn

longbournSinopse:

Admiradora de Jane Austen, a romancista Jo Baker perguntava-se quem seriam aquelas presenças pontuais e quase inumanas que serviam à mesa ou entregavam um recado para os personagens de Orgulho e preconceito, um dos romances mais recontados em versões literárias desde a sua publicação, há duzentos anos. As sombras de Longbourn é o romance dessas figuras invisíveis.

Fonte: Companhia das Letras

Continuar lendo